Soprano brasiliense aprovada na Juilliard faz show de despedida


26 May
26May

Manuela Korossy mostra todo o talento que a fez conquistar uma bolsa na prestigiada escola de música dos EUA. Recital será transmitido ao vivo nesta sexta (28), às 20h, no YouTube da Casa Thomas Jefferson

A soprano Manuela Korossy convida ao palco do CTJ Hall três talentosos músicos para abrilhantar a noite desta sexta-feira (28), a partir das 20h, com um programa diversificado e refinado. Entre o intimismo da música camerística e a intensidade da ópera romântica, esta edição do Sextas Musicais apresentará uma viagem por estilos e períodos diversos. Composições de Giacomo Puccini, Giuseppe Verdi, Jules Massenet e Heitor Villa-Lobos, entre outras, farão parte do programa no qual a técnica, o virtuosismo e a passionalidade se misturam em um verdadeiro espetáculo musical.

Realizado pela Casa Thomas Jefferson com o apoio da Embaixada dos Estados Unidos, este recital é uma despedida para Manuela. A jovem brasiliense acaba de ser aceita para o bacharelado em Voz na prestigiada Juilliard School em Nova Iorque (EUA), com bolsa de estudo de 90%, uma conquista inédita em Brasília. Ela concorreu com mais de 400 estudantes de todo o mundo para obter a vaga. Agora, passará quatro anos na instituição que formou grandes nomes, como Leontyne Price, Nina Simone, Miles Davis e Viola Davis.

Causa nobre
Manuela Korossy conseguiu o mais difícil: entrar para a Juilliard. Mas os custos para se manter nos Estados Unidos são altos, principalmente com o câmbio muito desfavorável para brasileiros. Também por isso, a Casa Thomas Jefferson convidou a soprano para realizar o sarau neste palco que há cinco anos aguarda o seu retorno.Assim, o centro binacional, uma instituição sem fins lucrativos, abre espaço para colaborar na realização deste projeto acadêmico tão importante. Uma campanha virtual, chamada Jornada rumo à Juilliard, está aberta no site Campanha do Bem.

“Os valores anuais estimados pela instituição são de US$ 32 mil (trinta e dois mil dólares), o que seria nossa meta inicial. Levando em conta a desvalorização do real frente ao dólar, os valores são de assustar, mas, ainda assim, eu e minha família vamos lutar para conseguir”, afirma Manuela.

Sobre as Sextas Musicais
As Sextas Musicais são um tradicional evento de Brasília. Desde 1987, a Casa Thomas Jefferson, entidade sem fins lucrativos, realiza esses concertos gratuitos e com indicação indicativa livre, mantendo-se fiel à missão de conectar e transformar vidas através de gerações por meio de experiências singulares.

Desde o ano passado, com a pandemia do novo coronavírus, a Casa Thomas Jefferson adaptou as apresentações para o formato on live streaming. Com produção requintada, qualidade de captação e transmissão de som e imagem, as Sextas Musicais demonstram o compromisso e o respeito do centro binacional com os artistas profissionais da música que dedicam suas vidas ao estudo e à performance musical e ao público.

Sobre os músicos

Manuela Korossy, soprano, brasiliense, iniciou seus estudos musicais aos 7 anos no projeto de musicalização infantil da Universidade de Brasília (UnB). Ingressou na Escola de Música de Brasília aos 11 anos no curso de Piano Erudito, do qual migrou para o Canto Erudito. Atualmente, é aluna do bacharelado em Canto Erudito na UnB e estuda com os mestres Vilma Bittencourt e Franklin Sagredo Martins. Manuela debutou como solista em 2019. No mesmo ano, foi convidada pelo maestro Claudio Cohen a participar de concertos com a Orquestra Sinfônica do Teatro Nacional Cláudio Santoro. Interpretou o papel título da ópera Rita, de Donizetti; o Espírito da Música, na ópera L'Orfeo, de Monteverdi; e cantou a primeira parte do Messias, de Haendel, como solista.

Dedica-se ao estudo do repertório de papéis operísticos e peças de câmera, além de participar de projetos e masterclasses ministrados por grandes mestres como a mezzo soprano Edineia Olivera e a soprano Rachel Willis Sorensen dos EUA, dentre outros. Manuela cumpre intensa agenda de estudos e colaborações.

Arthur Felix Júnior, tenor, iniciou seus estudos musicais no Instituto Reciclando Sons, que, no ano de 2008, era uma ONG. Lá, estudou violino, viola clássica, canto, música de câmara e percussão. Interpretou os papéis principais das montagens dos musicais Fantasma da Ópera e Rei Leão, e uma montagem com várias canções de musicais da Broadway e da Disney. Em 2016, realizou intercâmbio na Academia de Santa Cecilia, em Roma (Itália). Em 2017, ingressou na Universidade de Brasília no curso de Música. Neste mesmo período, iniciou seus estudos em Canto Erudito na Escola de Música de Brasília na classe da professora Vilma Bittencourt. Em 2019, participou como solista nas óperas L'Orfeo, de Monteverdi e Rita, de Gaetano Donizetti, interpretando, respectivamente, os papéis de Orfeo e Bepe. Atualmente, estuda Canto com os professores Vilma Bittencourt e Franklin Sagredo Martins.

Henrique Serranegra é um jovem pianista de quinze anos de idade que iniciou os seus estudos musicais no projeto de musicalização infantil da UnB. Aos doze anos de idade, iniciou seus estudos de piano. Em 2020, ingressou na Escola de Música de Brasília no curso de Piano Erudito, sob a orientação do professor Remo de Oliveira, com quem mantém seus estudos particulares paralelos.

Deyvison Miranda, pianista, se graduou em Música pela UnB, complementação pedagógica pelo UniCEUB e técnico em Piano pela Escola de Música de Brasília. Participou de master-classes, recitais, encontros e concursos e ainda complementou sua formação acadêmica estudando piano popular, canto, viola erudita e regência. Destaca-se como pianista em todo o Brasil realizando apresentações solo e colaborações como pianista acompanhador com renomados artistas. Gravou, com o barítono Leonardo Neiva, o álbum Clamores, com canções do compositor Jorge Antunes.

Desde 2001, Miranda é pianista acompanhador do Curso Internacional de Verão da EMB, colaborando com nomes renomados da música erudita e popular de todo o mundo. Atua como pianista acompanhador do concurso de canto Funarte, Brasília; Bidu Sayão, Belém e Belo Horizonte; Maria Callas, São Paulo; e Maracanto, São Luiz. Atuou como pianista em três edições do Festival Internacional de Brasília – da UnB, além de acompanhar instrumentistas e cantores em suas gravações para seleção em programas de bolsas de estudo, concursos e provas para mestrado e doutorado em diversas instituições, tanto no Brasil como no exterior. Foi o pianista oficial da Sociedade Ópera do Brasil para masterclass do professor Franco Iglesses, realizado no pavilhão do Ibirapuera, em São Paulo. Na área lírica, atuou em dezenas de espetáculos de ópera como preparador, regente assistente, diretor musical e/ou maestro. Atualmente, Deyvison Miranda é pianista acompanhador na Escola de Música de Brasília e maestro titular de corais com os quais conquistou medalhas de ouro e prata em importantes certames nacionais e internacionais.

SERVIÇO
Sextas Musicais on live streaming
Soprano Manuela Korossy
Quando: 28 de maio, às 20h
Onde: CTJ HALL
Como assistir: no canal da Casa Thomas Jefferson no YouTube
Classificação indicativa: livre

INFORMAÇÕES PARA A IMPRENSA
TEL: 61.98454-2063 / 61.99648-0448
EIXOS COMUNICAÇÃO INTEGRADA



Comentários
* O e-mail não será publicado no site.