Do choro ao blues, Pablo Fagundes Trio apresenta repertório eclético nesta sexta (30.7)


30 Jul

Liderado pelo gaitista Pablo Fagundes, grupo faz show que será transmitido no canal do YouTube da Casa Thomas Jefferson

Três artistas de Brasília que se imaginam em um passeio pela cidade, ao por do sol, embalados ao ritmo do choro, do samba, da Bossa Nova e de composições autorais. Nesse eclético mosaico, o baião e a valsa, o xote e o maracatu, o blues e o jazz completam o repertório. É neste cenário musical que o Pablo Fagundes Trio se apresenta nesta sexta-feira (30.7), às 20h, no CTJ Hall. O espetáculo, que faz parte da programação das Sextas Musicais da Casa Thomas Jefferson, terá transmissão ao vivo pelo YouTube do centro binacional, que tem o apoio da Embaixada dos Estados Unidos na realização de seus eventos culturais.


Com dez álbuns lançados, entre trabalhos solos e colaborações, o gaitista Pablo Fagundes é reconhecido nos cenários artísticos local e nacional. Agora, ao se unir ao pianista Misael Silvestre e ao baterista e percussionista Pedro Almeida neste trabalho inédito, ele vislumbra um novo horizonte musical. Com novos timbres, novos arranjos e a inquietude artística inerente à sua trajetória.


As carreiras de sucesso dos três talentosos músicos se encontram na parceria que formou o Pablo Fagundes Trio, uma contribuição valiosa para a consolidação da produção artística e musical brasiliense. Um presente musical para Brasília e o público.


Sobre o músico


Pablo Fagundes mergulhou, há mais de 35 anos, nas raízes negras do blues e do jazz e descobriu a gaita diatônica. Então, as singularidades da música brasileira, o desafio do choro e a influência da Bossa Nova fizeram nascer nele a afinidade com a gaita cromática. Poucos gaitistas, no cenário musical global, tocam com tanta expertise as duas gaitas.


Pablo se formou pela Escola de Música de Brasília. Em 2008, idealizou e implementou o Curso de Gaita Cromática na Escola de Choro Raphael Rabello, do Clube do Choro de Brasília, onde também exerce a função de coordenador musical. Até 2019, esse curso recebeu mais de mil alunos.


O gaitista lançou o DVD didático “Aprenda a tocar harmônica na música brasileira” e realizou workshops de música brasileira na Georgetown University, Northeastern University, Richmond University, nos EUA, e também na Australian National University. A pesquisa, sempre presente em sua trajetória, rendeu-lhe parceria com a Hering, tradicional fábrica de gaitas do Brasil, após concluir projeto de graduação em Engenharia Florestal na UnB, em 2002, que versou sobre madeiras brasileiras não ameaçadas de extinção apropriadas para a fabricação do corpo da gaita e de outros instrumentos musicais. Atualmente, Pablo é endorsee da fábrica de instrumentos musicais japonesa Suzuki.


Pablo Fagundes possui vasta experiência artística internacional. Colaborou com com o gaitista belga Toots Thielemans, o multi-instrumentista Hermeto Paschoal, o guitarrista Toninho Horta, os bandolinistas Hamilton de Holanda, David Grisman, Mike Marshall, o sanfoneiro Dominguinhos e os gaitistas norte-americanos Howard Levy e Peter Mad Cat, vencedores do Grammy, entre muitos outros. Na Bélgica, foi convidado do Harmoliège, icônico festival de harmônicas. Na França, participou de festivais promovidos pela Harmonica De France Fédération. Nos EUA, foi o único músico brasileiro convidado a participar do 44º SPAH (Society for the Preservation and Advancement of Harmonica), maior e mais tradicional evento de gaitistas dos EUA.
Diversas parcerias marcam a carreira do instrumentista, entre elas a inusitada fusão da gaita brasileira com o beat box do norte-americano Christylez Bacon. O seu mais recente trabalho, Trinca Brasil, ganhou o Festival Cultural Competitivo promovido pela Câmara de Comércio Brasil-Canadá (CCBC Jazz Fest). O Trinca Brasil realizou turnês no Canadá, levando a brasilidade musical. A formação desse trio se completa com Félix Jr. (violão 7 cordas) e Pedro Almeida (bateria).


Sua discografia inclui o álbum Transcontinental Music Express, indicado ao Prêmio TIM de Música e gravado com o músico norte-americano Ted Falcon. Seu álbum solo Foles teve a participação do inesquecível Dominguinhos, em um dueto de sanfona e gaita em “Feira de Mangaio”. Pablo Fagundes integrou o grupo cultural Pé de Cerrado, referência em ritmos regionais brasileiros (coco, maracatu, ciranda, baião), com o qual gravou dois álbuns e um DVD. O trabalho mais recente foi o álbum De Braços Abertos, lançado em 2018.


Sobre as Sextas Musicais
As Sextas Musicais são um tradicional evento de Brasília. Desde 1987, a Casa Thomas Jefferson, entidade sem fins lucrativos, realiza esses concertos gratuitos e com indicação indicativa livre, mantendo-se fiel à missão de conectar e transformar vidas através de gerações por meio de experiências singulares.


Desde o ano passado, com a pandemia do novo coronavírus, a Casa Thomas Jefferson adaptou as apresentações para o formato on live streaming. Com produção requintada, qualidade de captação e transmissão de som e imagem, as Sextas Musicais demonstram o compromisso e o respeito do centro binacional com os artistas profissionais da música que dedicam suas vidas ao estudo e à performance musical e ao público.


SERVIÇO
Sextas Musicais on live streaming
Pablo Fagundes Trio
Pablo Fagundes, gaita; Misael Silvestre, piano; Pedro Almeida, baterista e percussionista
Quando: Sexta-feira, 30 de julho
Horário: 20hLocal: CTJ Hall - Casa Thomas Jefferson
Como assistir: no canal da Casa Thomas Jefferson no YouTube
Classificação indicativa: livre



INFORMAÇÕES PARA A IMPRENSA

Claudio Fernandes / Bruna Marques

TEL: 61.98454-2063 / 61.99648-0448

EIXOS COMUNICAÇÃO INTEGRADA

E-MAIL: contato@eixoscomunicacao.com

www.eixoscomunicacao.com.br 

Comentários
* O e-mail não será publicado no site.