Diretores de A febre, Ary y yo e Caranguejo Rei revelam detalhes das produções


25 Nov

Equipe do filme A febre em debate no Hotel Grand  Mercure. Crédito: Mayangdi Inzaulgarat

Negociações com indígenas, experiências pessoais e dificuldades técnicas estiveram na pauta dos debates desta segunda-feira (25)

Com a mediação de Neusa Barbosa, os curtas-metragens Ary y yo e Caranguejo Rei, e o longa A febre foram temas de debate na manhã desta segunda-feira (25) no Hotel Grand Mercure.

A realizadora de Ari y yo, Adriana de Faria, compartilhou suas experiências em Cuba que a levaram a dirigir o curta, um trabalho de conclusão de curso que a introduziu no mundo do cinema.

Em seguida, os diretores de Caranguejo Rei, Matheus Farias e Enock Carvalho, contaram as dificuldades, inclusive técnicas, para filmar um filme com elementos de ficção e horror, com direito a uma criatura. Os dois curtas participam da Mostra Competitiva do 52º Festival de Brasília do Cinema Brasileiro.

Encerrando os debates matinais, as discussões sobre o filme A febre, que participa da Mostra Competitiva entre os longas, foram conduzidas pela diretora Maya Da-Rin, a atriz Rosa Peixoto – que interpreta Vanessa – e membros da equipe de produção.

Em um dos momentos interessantes, a diretora conversou sobre a negociação com os indígenas. “Foram tratativas demoradas, e a FUNAI (Fundação Nacional do Índio) intercedeu, apoiando a produção do longa a chegar a um valor com os indígenas, pois teria que ser justo. Além das filmagens, era necessário deixar um legado pela contribuição da participação deles”, afirmou Maya Da-Rin.

O longa conta a história de Justino, um indígena do povo Desana, vigilante do porto de cargas de Manaus. Enquanto sua filha se prepara para estudar Medicina na capital, ele é tomado por uma febre misteriosa.

Conheça a programação completa do 52º Festival de Brasília do Cinema Brasileiro aqui: http://www.festivaldebrasilia.com.br/programacao


Informações para a Imprensa:

Pelo e-mail: imprensa@festivaldebrasilia.com.br


Secretaria de Cultura e Economia Criativa: (61) 3325-6220 / (61) 99344-0500

E-mail: comunicacao@cultura.df.gov.br


Eixos Comunicação Integrada: (61) 98454-2063

E-mail: contato@eixoscomunicacao.com


Comentários
* O e-mail não será publicado no site.